Este é o lugar das casas segundo as crianças.

Se queres participar e contar-nos a história da tua casa, pede ao teu professor para nos contactar através de info@trajectorias-residenciais.com e, juntamente com a tua turma, poderás fazer e ver aqui a tua trajectoriazinha!

 
 
Planta 1 Planta 1
Planta 2 Planta 2
Planta 3 Planta 3
Planta 4 Planta 4
Planta 5 Planta 5
 

A minha casa

Olá, eu sou o João e tenho doze anos. Eu estou encarregado de explicar como foi a minha transição de casa para casa. A minha primeira casa, era nos Olivais. Sinceramente, não faço a mínima ideia como e que ela era, porque eu só fiquei lá seis meses. Depois eu cresci e mudámos de casa. Fomos para a rua do Século, era uma casa gira e grande tinha 8 assoalhadas se não estou em erro. E em frente viviam as minhas primas com a minha tia, da parte da mãe. Mas entretanto fomos pensando em mudar de casa… E mudámos. Mudámos para uma casa ESPECTACULAR na rua Alexandre Herculano. Foi, de longe, a casa que eu mais gostei, ainda hoje tenho pena de a ter deixado. A casa era enorme tinha 9 assoalhadas mais as casas de banho. Eram divisões muito bem-feitas e enormes. A casa ao todo tinha mais de 100 m2. Adorava a casa, mas entretanto, os meus pais separaram-se e tivemos de vender a casa. Ficámos 3 anos para vender a casa. Até que chegou a uma altura que houve um casal que comprou a casa. Eu, os meus irmãos e a minha mãe fomos para uma casa um bocadinho mais pequena na rua Bernardim Ribeiro e o meu pai foi para uma casa em que fez de casa-atelier. Ficou uma ideia muito gira e prática. Mas entretanto a minha avó da parte da mãe, começou a ficar um bocadinho mais velhinha e a minha mãe achou que ela devia ter companhia, e assim foi. Fomos para uma casa na Avenida Alvares Cabral. E é onde estamos agora.